Olá pescadores de plantão agradeço por passarem aqui no meu Lago dos Sonhos e peço pra que, se possível, vcs deixem comentários sobre os textos, afinal sem eles naum terá como eu saber se estão ou não gostando do blog.


Também se puderem, deixem seu e-mail para q eu possa agradecer os comentários e a visita.


Bjus e espero que gostem


ASS: Pescador de Sonhos



terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Uma Jornada Para a Vida - Parte III: A Responsabilidade de Cinco Heróis

A primeira prova se passara, mas o pior estava por vir. Duas ainda faltavam e pelas informações que Serena havia dado e Celeste confirmado, nossos jovens só tinham cerca de sessenta dias terrestres para concluí-las com êxito agora que se passaram treze dos setenta e três dias que tinham no começo da Jornada, e isso não era muito bom para eles.
Ninguém dos cinco quis partir para o mundo dos vivos logo na primeira prova, pois seria uma burrice da parte deles, sendo que só teriam aproximadamente trinta e três por cento de chance de vida, apesar de quererem sair dele o mais rápido possível não poderiam correr o risco de morrer por um capricho.
Com a primeira prova concluída continuaram para o norte, sempre seguindo as Nuvens de Pandora, conhecidas neste mundo por cruzar os céus incansavelmente nesta direção, levando consigo várias notícias e espalhando-as por toda a parte em forma de chuva, era assim que tudo o que acontecia no Mundo das Cinco Luas era levado para todo o canto.
Estavam muito cansados depois que saíram da floresta e andaram durante oito dias sem descansar nada até que acharam uma cidade, onde decidiram passar a noite, não havia um ser com características humanas naquele lugar, sorte a deles que a aparência de todos que viviam no vilarejo não correspondia aos seus comportamentos, senão estariam totalmente mortos.
Encontraram uma espécie de taberna, e logo foram falar com o dono, este uma espécie de inseto cascudo, cheio de pernas, meio desengonçado, porém gentil como um gato ronronando. Quem tomou a palavra foi John que disse:
_ Senhor, eu e meus quatro amigos estamos procurando um lugar para dormir será que o senhor não tem alguns quartos livres.
_ Tenho dois quartos. Mas, desculpe a minha indiscrição, será que eu posso fazer uma pergunta?
_ Pode sim_ respondeu Helena horrorizada por estar conversando com um inseto.
_ É que ontem choveu aqui no vilarejo, e com a chuva veio a notícia de que cinco quase mortos conseguiram concluir a primeira prova, por algum acaso são vocês estes quase mortos?
Eles ficaram ressentidos em responder, aquilo poderia ser outra cilada de Serena, só que Marcos estava perdendo seu ar pessimista e respondeu sem medo do que lhes aconteceria:
_ Sim, somos nós os quase mortos que acabaram com Serena, salvaram a floresta de seus feitiços e assim concluíram a primeira prova da Jornada.
_ Então temos que fazer uma festa, são poucos os que conseguem passar da primeira prova tendo começado a Jornada treze dias antes, assim ficam mais próximos da última prova e de salvar a todos os que vivem neste mundo de desgraça.
_ Salvar todos os que vivem aqui? Mas, estas provas não são para salvar as nossas vidas?_ disse Roni com seu egocentrismo em alta.
_ São, se quiserem que sejam. Se decidirem partir ao concluírem a primeira ou a segunda prova só vocês poderão ter o descanso eterno, mesmo vivos ou mortos não viveram neste mundo de horrores, porém se concluírem todas as três provas além de continuarem vivos em seus mundos darão a todos que não conseguiram terminar a Jornada um descanso e não a escravidão num mundo onde a morte é a melhor escolha.
_ Então o senhor quer dizer que a felicidade de todos que vivem no Mundo das Cinco Luas estão em nossas mãos?_ pergunta Clarisse sentindo o peso da responsabilidade pairando sobre suas costas.
_ Como eu já disse só se quiserem que seja. Nós não queremos colocar esta responsabilidade em vocês, mas ficaremos muito gratos se fizerem isso, porém ainda ficaremos felizes se conseguirem viver livres da tirania de Dom Mortis.
_ É a segunda vez que escutamos esse nome, quem é esse tal de Dom Mortis?_ pergunta Marcos.
Para responder esta pergunta um outro ser surge por detrás dos nossos guerreiros falando numa voz de terror e medo:
_ Dom Mortis é o tirano e soberano do Mundo das Cinco Luas, é ele quem criou a Jornada para a Vida, tudo com o intuito de conseguir servos que o ajudam dando toda a sua energia infeliz, assim quanto mais sofrer e agonizar neste mundo mais poderoso Dom Mortis ficará.
_Antes de ele aparecer aqui_ contínua o pobre ser_ este mundo era repleto de alegria e felicidade, toda a mitologia do seu mundo virava realidade aqui, nós tínhamos fadas, unicórnios, sereias e outros seres, mas quando ele apareceu tudo isso acabou. A maioria das fadas se tornou decaídas, todos os unicórnios foram mutilados e esgotados por causa do seu sangue prateado detentor da vida eterna, e o que existe agora são só as sombras da agonia, os fantasmas degolados, as feiticeiras da noite eterna, as mortes ambulantes e outras feras e espíritos malignos, todos criados para atrapalhar os que caem neste mundo em que hoje só existe desgraça.
_ Então este mundo é a imaginação terrena que se faz realidade, portanto se morrermos ou não aqui, não fará falta alguma isso é só imaginação.
_ É o que vocês pensam, todos desta vila, menos eu, foram quase mortos como vocês, eles são os que não conseguiram concluir a jornada, mas se isso continuar durante alguns anos a imaginação e a realidade irão se fundir criando uma só dimensão onde claramente Dom Mortis será o soberano. Imaginação ou não o mundo real irá padecer deste se alguém não completar a jornada.
Os cinco e todos que estavam na taberna ficaram horrorizados com as palavras daquele centauro, John e seus amigos prometeram ficar até o fim da Jornada não só para salvar suas vidas e sim para salvar as duas dimensões, para salvar a Realidade e a Imaginação.

Nenhum comentário:

Meu lobinho estah com fome de um bife para ele.