Olá pescadores de plantão agradeço por passarem aqui no meu Lago dos Sonhos e peço pra que, se possível, vcs deixem comentários sobre os textos, afinal sem eles naum terá como eu saber se estão ou não gostando do blog.


Também se puderem, deixem seu e-mail para q eu possa agradecer os comentários e a visita.


Bjus e espero que gostem


ASS: Pescador de Sonhos



domingo, 26 de abril de 2009

O poeta ou o cão


Conversava com um cachorro
Como quem conversa com gente
O cachorro o olhava
Como quem olha parede

Um olhar penetrante
De companheiro fiel
Um falar atordoante
Da abelha que produz fel

Um falava de sua vida
De seus fatigados dias
O outro olhava para a vida
Como o poeta Gonçalves Dias

Um olhava o horizonte
E o via além dele
O outro falava do horizonte
Como se o limite fosse ele

Este falava com palavras
Que nem ele mesmo entende
Aquele olhava com olhares
Que a todos surpreende

Um olhava a natureza
E a mostrava como em aulas
O outro falava suas belezas
E tentava demonstrá-las

Um queria ser poeta
Mas não fazia por merecer
E o cachorro, coitado,
Era um poeta sem saber.

Um comentário:

Anônimo disse...

Achei a última estrofe deliciosa!!!
Beijos

Meu lobinho estah com fome de um bife para ele.