Olá pescadores de plantão agradeço por passarem aqui no meu Lago dos Sonhos e peço pra que, se possível, vcs deixem comentários sobre os textos, afinal sem eles naum terá como eu saber se estão ou não gostando do blog.


Também se puderem, deixem seu e-mail para q eu possa agradecer os comentários e a visita.


Bjus e espero que gostem


ASS: Pescador de Sonhos



quarta-feira, 30 de junho de 2010

Amigo dela(s)


Dias atrás vinha conhecendo uma garota, poderia dizer ter sido amor a primeira vista, mas isto não faz parte de minhas crenças então não direi. Porém foi algo parecido, já que lá, ainda longe de mim, sem notar que alguém como eu poderia existir, ela me encantava.

Talvez fora seu meigo sorriso, que de longe pareciam um arco cintilante de marfins, talvez seu olhar natural de mulher sedutora, que sem saber convidava o meu olhar a segui-lo ou até seu andar flutuante, que toda mulher na flor da idade aprende a usar para ter voltado para si todos os olhares de cobiça, luxúria e desejo.

Aos poucos a distância se encurtava e por intermédio de uma amiga ela me conheceu, afinal eu já a conhecia ou como disse vinha conhecendo.

Passaram-se meses, aquilo que eu sentira, que para mim era instinto masculino, passou a se tornar algo mais puro, um pouco mais insento daquele jogo de sedução e um Q a mais de algo que até então nunca havia sentido, portanto ainda não inventara um nome.

Era estranha a nossa relação. Pensar que éramos amigos se tornava impossível a medida que percebia que não era aquilo que eu queria para nós dois.

Mas a minha burrice, ou ingenuidade, ou até a minha falta de experiência me fazia ser fraco e continuar a forjar uma amizade, da qual eu até gostava, aliás adorava, mas que dia após dia retalhava-me a alma.

Até que num dia como os outros, como todos, percebo que conhecera duas garotas quando minha amiga apresentou-a a mim. Ambas eram identicas física e psicologicamente, daí eu me confundira. O único algo que as diferenciavam eram seus amores.

Descobri que enquanto uma gostava de um conhecido meu, que mais tarde viria a saber que fora seu ex, a outra gostava de mim.

Vendo por esse lado tudo estava perfeito afinal uma das duas, as quais eu me apaixonara pensando ser uma única pessoa, gostava de mim. Porém descobri que não era dela que eu gostava, gostava era da outra.

Só de vê-la perto de seu ex meu corpo se corroía num ciúmes que seria aceitável se acaso estivéssemos juntos, enquanto a que gostava de mim eu a deixava do meu lado,por mais que eu não correspondesse com suas espectativas ainda era amigo dela, ainda era amigo dela(s), ainda sou amigo dela(s), ainda amigo dela(s), amigo dela(s), ELA(s)

Nenhum comentário:

Meu lobinho estah com fome de um bife para ele.