Olá pescadores de plantão agradeço por passarem aqui no meu Lago dos Sonhos e peço pra que, se possível, vcs deixem comentários sobre os textos, afinal sem eles naum terá como eu saber se estão ou não gostando do blog.


Também se puderem, deixem seu e-mail para q eu possa agradecer os comentários e a visita.


Bjus e espero que gostem


ASS: Pescador de Sonhos



terça-feira, 25 de agosto de 2009

Ressuscitando a Natureza


Era um jarro lindo
Com adornos dourados
Sobre uma mesa tão linda
(Relíquia de tempos passados)
Uma janela aberta
Deixando passar a luz do sol
Acariciando as pétalas
Das margaridas do jarro
Não havia nenhum movimento
Não havia sequer marcas de vento
Só um jarro de margaridas
Sobre uma mesa num dia ensolarado

Dependurei a obra no canto
Da quarta parede da sala
Fui descansar meus pincéis
Fui descansar minha alma

Voltei para contemplar
Aquela imagem parada
E uma surpresa tomou
Meus pensamentos assustados

O que era no jarro, dourado
Estava enferrujado
Além de estar numa mesa de bar
(A que era relíquia talvez
tenha sido roubada)
A janela que deixava passar o sol
Agora era cúmplice da penumbra
Que assolava aquele local
E não se sabe, vindo de onde
Um vento fazia um mal-me-quer
Com as pétalas das margaridas

Sentei a observar
Aquilo que não criei
Tentando entender
O que tinha se passado
Aí cheguei à conclusão
Que aquela natureza-morta
Havia ressuscitado

Um comentário:

Anônimo disse...

Olá, jovem escritor!
Vou-lhe fazer um comentário, e acho que tenho autoridade para o fazê-lo rsrsrs afinal, acompanho sua produção desde o momento em que ela começou a engatinhar rs. Além da delicadeza com que aborda os assuntos, tenho percebido em você uma grande preocupação com a busca da palavra e do efeito exatos, e isso, acredite, tem enriquecido o resultado final. Muito bom ler suas palavras, muito bonito de sua parte abrir a porta de seu interior para que as pessoas o conheçam!
Grande abraço!

Meu lobinho estah com fome de um bife para ele.